Bazar Lavô tá Novo: retrospectiva (2008 – 16)

image_2016
Dois dos bazares que frequentei em 2016, como convidada. A do trabalho foi o primeiro que contou com participação de meninos (que foram meus principais clientes!).

Blog talvez seja igual casamento ou profissão escolhida na época do vestibular: ninguém começa pensando que vai acabar ou dar errado. E muitas vezes dá. Por outro lado, o formato bloguístico encantou inúmeros jornalistas, como eu, que podiam finalmente escrever o quê, como, quando e para quem quisessem.

Sei que o canal está meio ultrapassado – perdendo em popularidade para podcasts e YouTube – e muitos blogs passaram a ser patrocinados ou foram incorporados a portais de grandes grupos de comunicação, virando uma espécie de coluna mais descontraída. Mas quero falar das minhas principais experiências no ramo. Foi no boom blogueiro dos anos 2000 que o “Lavô tá novo!” nasceu, em 2008, juntamente com o “Órfã da Ofélia”, que fala sobre comida e respira por aparelhos.

Já lutei com meus dramas de consciência por escrever cada vez menos, porém hoje aceito que a vida é mesmo dinâmica, inclusive a de quem escreve e, principalmente, a de quem escreve sem pretensão. Viva a Liberdade! Feita minha desculpa esfarrapada da vez, me motivei a escrever esse post, pois estou às vésperas de mais uma edição do Bazar Lavô tá Novo, a nona oficial.

Nesses oito anos, as edições passaram a ser menos frequentes, sucumbindo às facilidades dos grupos de troca e venda do Facebook. Eles surgiram como uma maneira de se fazer um grande bazar com compradores e vendedores de toda a cidade, com encontros marcados nas estações de metrô para facilitar a logística para todas as partes. Consegui todos meus sapatos de inverno atuais assim, parte dos móveis da minha casa, livros, maquiagem, sabonetes… Foi um jeito de gastar pouco ou me desfazer de coisas que estavam paradas aqui em casa e que não tinham mais utilidade para mim: óculos de sol, roupas, Melissas, tênis, sapatos de salto, bebida, cachecóis…

A internet é mesmo muito prática, mas, convenhamos, nada substitui o calor humano. Em março, o pessoal do meu trabalho agitou um bazar num dia de reunião de equipe que foi um sucesso! Cometi o grave erro de etiquetar minhas coisas na hora (e perder tempo!) e mesmo assim vendi 12 peças e comprei duas.

Nesse último domingo, participei de um “bazarzão anárquico” realizado por uma amiga, que me fez matar a saudade dos velhos tempos. É sempre um momento de conhecer gente, dar risada, fazer bons negócios, trocas generosas e ver a energia circular. Comprei um sapato e troquei alguns lenços, porque, por mais que a gente tenha echarpes para se desfazer, a gente sempre quer umas novas bem estilosas. E ainda tem comidinhas gostosas e cantinho da doação.

Sábado que vem, às vésperas do Dia das Mães, eu e minha irmã faremos a edição rioclarense do Lavô tá Novo!, que, pela primeira vez, sai de São Paulo. Com o tempo, o evento também virou espaço para quem vende cosméticos, doces, faz massagem ou corta cabelo divulgar seus produtos e serviços. E assim a gente gasta menos, gera menos lixo, libera espaço no guardarroupa, impulsiona a renda das amigas e todo mundo sai feliz.

Como aquecimento para a próxima edição, uma retrospectiva dos bazares – provavelmente algumas datas estão erradas, então fiquem à vontade para me corrigir. Vale menção honrosa à Vania, que, depois de mim, foi a participante mais arroz de festa e ainda deve carregar o título de maior vendedora do bazar até hoje.

Quem quiser apoio para organizar o seu, pode me chamar!

bazar_dez09
A edição inaugural, em 2009, só teve gente querida! Lembro como uma estreia com o pé direito, com bolsas artesanais lindas e também como a edição responsável por me apresentar o perfume Nina Ricci, que compro até hoje. (Dez/08) Mais aqui e aqui…

II_bazar_abr09
O II Bazar Lavô tá Novo! foi o que realmente emplacou a ideia. Entre as minhas lembranças, ele está entre uma das edições mais divertidas. Não lembro de nada que comprei ou vendi, mas as risadas são inesquecíveis. (Abr/09) Mais…

O III Bazar Lavô tá Novo! foi a primeira edição fora de casa. Ainda segue com o título de melhor em termos de quitutes. Hoje, uma das irmãs abriu um negócio de doces e está alçando vôo com a The Candy Cup. Será que o BLTN! deu sorte? (Mai/10) Mais…

VIbazar_jan11
O IV Bazar Lavô tá Novo! – Ed. by Eti foi na região da Paulista e uma das donas do apê é a rainha trocas pela internet – ela que me apresentou esse mundo! Nesse, a venda de docinhos fez sua estreia com os biscoitos do Doce Mundo de Lili, que hoje faz o maior sucesso. (Jan/11) Mais…

O V Bazar Lavô tá Novo! – Ed. by Anna foi o primeiro com alta participação de crianças. Teve venda de cosméticos e a audiência mais fofa de todas! (Jun/11) Mais…

VI_bazar_14
Simplesmente não me lembro se não houve uma sexta edição ou se eu simplesmente não postei nada (alguém ajuda?), mas do VII Bazar Lavô tá Novo! me lembro bem. Foi em casa e teve direito a gente que mudou de país e deixou uma baita saudade. Nessa edição, consegui minha bota-favorita-da-vida, que usei até virar pó. (Jun/12) Mais…

foto2

VIII Bazar Lavô tá Novo! – By Cris & Isa (Jun/12) voltou a ser organizado pelas irmãs Fidelis e ganhou sua primeira edição em Higienópolis, porque a gente é chique. Fotos alguém tem? Pra fechar, a 8ª e última edição oficial foi by Rô e Natália. Não teve cobertura pós-evento, mas o Facebook me lembrou dessa foto dia desses. (Mar/13)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: